sdf guidance logo
OS SEUS REQUISITOS,
A SUA ESCOLHA.

RECETORES GNSS

Sistemas de direção com assistência por satélite.
Os nossos recetores utilizam sinais livres e disponíveis internacionalmente.

Poderá optar pelo sistema que melhor se adequar ao seu trabalho. Os nossos recetores utilizam sinais gratuitos e internacionalmente disponíveis, que oferecem diferentes níveis de precisão consoante o serviço de correção e o modelo do recetor:

  • Submétrico para Egnos / WAAS / Autónomo com uma precisão de rasto a rasto de cerca de 25 cm,
  • Decímetro para sinais TopNet:
    • TopNet Global D (apenas SRC40) com uma precisão de rasto a rasto de cerca de 8 cm
    • TopNet Global C (apenas SR20) com uma precisão de rasto a rasto de cerca de 5-8 cm
    • TopNet Global C+ (apenas SR20) com uma precisão de rasto a rasto de cerca de 3-4 cm
  • Centímetro para RTK com uma precisão absoluta e repetível de 2-3 cm

A DEUTZ-FAHR oferece-lhe tudo isto com produtos que se adaptam perfeitamente às suas necessidades.

 

SR20. O próximo nível da direção automática

O SR20 é um novo recetor GNSS, concebido para sistemas de direção automáticos. Trata-se de um desenvolvimento completamente novo, criado para se obter máxima precisão e o melhor desempenho de navegação em todas as condições. Inclui tecnologia de controlo total para o sistema de direção automática, tornando o SR20 em muito mais do que um simples recetor GNSS. A nossa tecnologia dispõe de inúmeros ativos e vantagens, sendo alguns deles:
1. IMU: o novo giroscópio de 3 eixos está integrado de série, para detetar e compensar mesmo as mais pequenas flutuações e movimentos da máquina em qualquer direção. Isto significa máxima precisão em todas as condições, independentemente do tipo de piso.
2. Skybridge: esta tecnologia está disponível em todos os recetores SR20 e contorna as perdas de sinal. O Skybridge mantém o sistema de direção ativado, caso o sinal RTK não esteja disponível, p. ex., em caso de perda de comunicação móvel. Consequentemente, a máquina continua a trabalhar com precisão RTK.
3. GNSS: o recetor SR20 pode captar um grande número de diferentes sistemas de satélite, todos compatíveis com ele: GPS, GLONASS, GALILEO, BEIDOU e QZSS. O elevado número de satélites compatíveis disponíveis aumenta a estabilidade e a precisão do sinal, assegurando um sistema de navegação totalmente fiável.
4. CTM: para receber um sinal de correção RTK NTRIP, é necessária uma ligação de Internet móvel. O módulo telemático de comunicação está equipado com um pacote de dados multinet 4G M2M. Estas funcionalidades reduzem significativamente problemas de receção de dados móveis, com o RTK NTRIP a assegurar máxima fiabilidade.

SRC40. O recetor para o sistema de direção automática.

O SRC40 não é apenas um recetor GNSS, mas também possui a tecnologia de controlo total do sistema de direção automática. A estrutura modular merece uma menção especial - consoante o serviço de correção pretendido, os componentes no recetor podem ser, simplesmente, atualizados:
IMU: Giroscópio de 3 eixos para detetar as inclinações do terreno
Modem: para receber dados de correção RTK-NTRIP
Uma vez que todos os componentes estão integrados na mesma estrutura, é muito fácil mudar o recetor de uma máquina para outra. Isto torna muito simples a troca de veículos, já que a transição demora apenas alguns minutos!

SC10. O recetor para os sistemas de navegação manual.

Este recetor foi concebido para sistemas de navegação manuais e está disponível em duas versões diferentes:

  • Orientação visual 25: este kit pós-venda combina o recetor GNSS SC10 e um terminal com ecrã tátil de 4,3", podendo ser instalado de forma independente em qualquer tipo de máquina.
  • Orientação visual 50: as máquinas equipadas com o iMonitor integrado podem ser facilmente atualizadas com um recetor SC10. Além da orientação de rastos manual, o Visual Guidance 50 permite a utilização de todas as funções standard incluídas no iMonitor. É uma forma muito económica de beneficiar da ampla variedade de funções disponibilizadas pelos nossos iMonitors, tais como o Controlo Automático de Secção (TC-SC) e o Controlo de Taxa Variável (TC-GEO).
    • Fácil de instalar em máquinas através do iMonitor
    • Acesso a diversas funções do iMonitor, p. ex., Controlo Automático de Secção, Controlo de Taxa Variável
    • Serviços de correção: Autonom/Glonass

GNSS RECEIVERS